Tanakh-HaTeshuvá

Volte a pratica da Torá e arrependa-se de maneira profunda e sincera.

Importante

O domínio netsarim.ong.br é propriedade de pessoa física e não está vinculado a qualquer tipo instituição, religiosa ou não.

Todas as páginas do site netsarim.ong.br obedece rigorosamente as seguintes regras:

contato: contato@netsarim.ong.br


Porque alguns nomes estão diferentes?

No mundo antigo, o som do nome pessoal era muito importante, pois seu significado estava intimamente relacionado a personalidade, reputação e caráter, ou seja, o nome era a própria pessoa, e não apenas um som que a representava.

Resumidamente, aconteceu que os originais das Escrituras Sagradas foram escritos em hebraico e aramaico, enquanto as traduções brasileiras, em sua maioria, se baseiam em textos gregos.

Os nomes adaptados são consequencias dos diferentes sistemas fonéticos entre diversos idiomas. Nos idiomas existem sons que são impossíveis de serem reproduzidos por estrangeiros. Mesmo se forem transliterados, o som resultante pode ser completamente diferente do original.

As escrituras que temos acesso passou por esta dificuldade em duas etapas: do hebraico para o grego e do grego para as líguas latinas. Estas adaptações sobrepostas criaram equivalências para os nomes das pessoas, lugares e objetos, chegando a desconectá-los de seu significado.

Nesta compilação, devido a seus imensuráveis valores, os nomes dos patriarcas Abraão, Isaque e Jacó, e os nomes de Noé, Moisés e Jesus, terão suas representações fonéticas escritas diretamente no texto, pois o som de seus nomes nunca deveriam ter sido substituídos por equivalências nos mais diversos idiomas.

Para facilitar a leitura, os demais nomes de personagens, lugares e objetos estarão marcados em verde, azul ou cinza. A sobreposição do mouse, ou o toque, mostrará suas representações fonéticas, ou seu significado, ou uma explicação/curiosidade relativo a palavra.


Texto base

Traduções de textos não se resumem em significados de palavras, na verdade são verdadeiros desafios, pois envolve inúmeros fatores que acabam obrigando o tradutor a usar seu entendimento pessoal para reescrever trechos na tradução de modo que não se perca a mensagem originial.

Este é o grande problema, pois o entendimento pessoal é consequencia de seu conhecimento, cultura, crenças, etc. Estes fatores podem gerar uma mensagem original totalmente desconectada da realidade.

Quando comparados aos textos originais em hebraico, todas as traduções de João Ferreira de Almeida se mostram tendenciosas, pois o tradutor direciona o leitor ao seu entendimento e ideologias pessoais.
O grande problema é que todas as Bíblias Hebraicas em português são fortemente protegidas por direitos autorais, pois seus autores não são profetas, e sim vendedores de livros. Por isso, infelizmente, usei um texto baseado em uma das traduções de João Ferreira de Almeida com a esperança de, aos poucos, revisá-lo e corrigi-lo.

Texto retirado do site Bíblia Livre

Mensagem dos autores

A maioria das traduções da Bíblia na língua portuguesa usadas atualmente está sujeita a direitos autorais, ou seja, você deve pagar para usá-las. Normalmente seus donos permitem um uso restrito, como 500 versículos, ou outras regras, mas preferimos disponibilizar as Sagradas Escrituras sem qualquer custo. Existem outras versões em domínio público, como as primeiras versões de João Ferreira de Almeida, ou a do padre Antônio Pereira de Figueiredo. Porém elas são antigas, e por esse motivo possuem um vocabulário que pode parecer estranho para a nossa época.

A Bíblia Livre (BLIVRE) é um projeto para fornecer a qualquer pessoa uma tradução da Bíblia Sagrada de forma gratuita. Ou seja, você pode copiar em seu computador, imprimir, redistribuir para outras pessoas, utilizar de forma integral ou parcial, inclusive em materiais com fins lucrativos.

Os textos, tanto do Antigo como do Novo Testamento estão completos. Porém, ainda é necessário fazer revisões e aperfeiçoamentos.

Créditos

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE),
Copyright© Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, http://sites.google.com/site/biblialivre/ - fevereiro de 2018.
Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil (http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/).